Dust City by Robert Paul Weston

Monday, September 6, 2010
Recebi esse ARC da Editora Razorbill para fazer uma critica. Veio junto com The Eternal Ones. Dust City sera lancado dia 30 de Setembro (USA).

Eu demorei algumas paginas p/ entender o mundo que o autor criou, q eh totalmente unico e muito interessante. O livro tinha tudo p/ ser muito bom.

O autor criou um mundo onde todos os series de contos existem, como se fossem uma evolucao dos series que temos hoje: lobos, raposas, sapos, macacos, mulas, corvos, nixies, fadas, doendes, anoes, etc etc. Vc tem q imaginar todos esses series evoluidos, andando, falando, com cerebros totalmente desenvolvidos. Eu confesso que tive dificuldade em imaginar, mesmo pq o autor nao descreve muito bem.

O mais curioso da estoria eh o fato q fadas existiam em Dust City. Elas concediam desejos, assim como fadas madrinhas, para aqueles que mereciam. Elas sopravam o "po magico" chamado Dust.
Porem as fadas desapareceram, abandonaram Dust City. No lugar delas veio uma fabrica de remedios, e eles vendem Dust em pequenos frascos, como uma farmacia. Tem Dust p/ todos os tipos de efeitos, desde dor de cabeca ate maiores problemas. Mas a populacao sabe que nao eh a verdadeira magica, que nao existe mais. A Dust fabricada eh muito fraca e tem duracao muito curta.
Os unicos que parecem ter Dust que provoca efeitos reais como o das fadas sao os Nixies, no mercado negro. 

A estoria eh contada por Henry, um lobo que vive em um reformatorio. Sua mae morreu e seu pai esta preso por assassinato. Lobos tem ma fama em Dust City, e Henry esta em um reformatorio so por quebrar uma janela. 
Henry acha um pacote com cartas que seu pai lhe mandava da prisao, cartas q ele nunca recebeu. Nessas cartas, o pai de Henry diz que trabalhava para a mafia de Dust no mercado negro, e que ele acha q as fadas nao foram embora, mas q estao presas em algum lugar pelos Nixies. Por isso so a Mafia dos Nixies tem Dust como a das fadas. Henry tem q achar as pistas e expor a mafia. P/ isso, Henry tem q trabalhar p/ o mercado negro de Dust.

Parece uma analogia a venda de drogas, mafia, mercado negro, viciados etc, mas nesse contexto fantasioso. Como em disse em cima, eh uma estoria muito criativa, tinha tudo p/ dar certo... porem nao deu.
O autor nao soube descrever bem o ambiente q ele criou, nem mesmo os personagens. Ele nao soube usar todo o potencial da estoria. Os personagens nao sao cativantes, pq eles nao tem caracteristicas q os distinguem dos demais. Eh como se fosse uma unica pessoa dividida em varios nomes. Se o autor nao diz quem ta falando, vc nao sabe, pode ser qualquer um, todos sao iguais. Assim, o leitor acaba nao se importando com a causa do livro, se Henry vai conseguir ou nao, quem morre ou nao. E qdo chega nesse ponto pode parar de ler... Eu li ate o final, mas foi sofrido.

Um livro bem fraquinho, no maximo 3 estrelas. Nao recomendo, tem coisa muito melhor por ai, e nao acho q vc deve perder tempo com esse livro.
Eu sempre peco desculpas qdo falo mal de um livro... mas acho q esse eh meu objetivo, afinal estou aqui p/ q vc nao perca seu tempo lendo livros ruins, certo?

10 comments

  1. Gosto da sua sinceridade Livia. Só pelo que você escreveu parece realmente confuso. Alguns livros dão vontade de largar no meio né?

    ReplyDelete
  2. É tão triste quando o livro não é bom... Mas faz parte, não é mesmo? Nem todos os livros são bons. E afinal de contas, essa é sua opinião sincera... E é isso o que conta.
    A história pareceu bem legal, e mesmo com a resenha negativa eu poderia ficar com vontade de ler. Eu disse poderia, porque o livro tem um defeito que, para mim, é fatal - personagens mal descritos. Isso para mim não dá. Não dá mesmo...
    Uma pena... pq a ideia em si parece bem interessante!

    ReplyDelete
  3. Concordo com o outro comentário, sua sinceridade foi o ponto forte.

    Fico arrasada quando pego um livro assim, especialmente porque NÃO consigo parar no meio. :S

    :*
    Juh Oliveto
    Livros & Bolinhos ~

    ReplyDelete
  4. Davi Araújo9/6/10, 7:36 PM

    Bem estranho!!!!!!

    ReplyDelete
  5. Que chique ler quase um mês antes do lançamento :) e a capa esta linda. Pena que o autor não desenvolveu bem a idéia.

    Ah mas é bom ser sincera, ainda mais que tu explica bem o livro - quem lê a resenha vai saber se vai gostar ou não.

    :)

    ReplyDelete
  6. Adorei sua sinceridade também, Livia! É a primeira resenha que vejo alguém não indicando. No começo estava gostando da história, mas agora que você completou dizendo que não é uma história boa e a fraqueza dos personagens, desisti completamente. O que é uma pena... :/

    Obrigada pela sua visita no CP ;)

    ReplyDelete
  7. Não fui com a cara desse livros, essa história é muito estranha. Mas adorei a resenha e obrigada por não deixar eu perder meu tempo com livros ruins rsrssr

    ReplyDelete
  8. Poxa que legal... Você vai numa livraria e um lobo (ou etc..) Te atende... Ou então ler um livro escrito por um sapo ou por uma fada...

    Pois é, é sempre bom saber que um livro é ruim...

    ReplyDelete
  9. Nossa que mistureba!

    Não gosto muito de livros que misturam muitos elementos, muitas vezes fica confuso e o autor acaba se perdendo no meio da história.

    Como tenho uma pequena grande pilha de livros para ler, vou seguir seu conselho e passar esse.

    ;)

    Bjs

    ReplyDelete
  10. Acho que conseguir que os personagens tenham 'personalidade própria" e fazê-los cativar quem lê deve ser bem difícil. Mas os melhores livros são os que tem isso.

    Bom, na verdade, se eu visse esse livro em uma livraria e tivesse dinheiro, eu compraria pela capa LOL e no caso me ferraria!

    ReplyDelete

Thank you for your comment! =)