Chime by Franny Billingsley

Sunday, October 30, 2011
Eu nunca li nenhum livro como Chime, e eu acredito que vai me faltar palavras para expressar esse sentimento, mas vamos la. 

O livro conta estoria de 2 irmas gemeas, Rose and Briony, duas garotas iguais mas bem diferentes. Rose eh especial, uma eterna crianca, assim toda a estoria eh contada pelo ponto de vista de Brioni, que eh inteligente, sagaz, rapida, sarcastica, porem raramente expressa o que esta exatamente pensando, ficando so entre ela e o leitor. Elas nunca conheceram a mae, que morreu no parto. Porem seu pai, o pastor do vilarejo onde moram, casou-se novamente com uma mulher adoravel, a qual Briony tinha como modelo, inspiracao, exemplo, uma verdadeira mae, ate que ela tambem falece 3 meses antes do inicio do livro.

Briony carrega um segredo. Ela eh uma bruxa. Seu poder escapa e ela nao tem controle. Criaturas do pantano onde ela mora a visitam (The Old Ones), criaturas que combinadas com seu poder fazem acidentes acontecerem. A madastra de Bryoni explicou a ela varias vezes que nao era sua culpa, mas que ela deveria ficar longe do pantano, que as criaturas e o seu poder era uma combinacao perigosa. No inicio Bryoni lutou contra a informacao, era nunca quis ser uma bruxa, mas quando os acidentes comecaram a acontecer, nao tinha como negar. Ela fez o maximo que pode, ate que um desses acidentes matou sua querida madastra. Bryoni carrega uma culpa de uma vida inteira, e eh por isso que ela mantem seus pensamentos pra si propria, afinal de contas ela deve ser punida, nem que seja por ela mesma. 

Pouquissimos livros YA sao tao bem escritos. A forma como Bryoni pensa eh muito unica, apesar de sofrida. As palavras escolhidas pela autora fazem um arranjo poetico, inteligente, profundo. Eu me diverti com as reflexoes de Bryoni, com certeza eh a melhor parte do livro.

Porem eu tambem nunca fiquei tao perdida durante um periodo tao prolongado na leitura. Eu demorei mais de 100 paginas para entender onde era o vilarejo que a estoria acontecia, que eh um pantano num ambiente meio New Orleans. Nao sabia em que tempo acontecia a estoria, que eh por volta de 1930. O porque as vezes tudo parecia como um ambiente normal e de repente uma bruxa passava voando, ou um ser do pantano como uma Kelpi aparecia chamando Bryoni. Demorei muito pra entender que a Rose, irma gemea de Bryoni, nao era normal, que ela tinha um disturbio mental. Eu estava completamente perdida, isso nunca aconteceu antes em tantas paginas.

Toda essa confusao contribuiu para que eu nao gostasse do ambiente criado pela autora. Eu nunca fui muito fa de New Orleans e todo aquele folclore, e eu nao me apeguei a causa de Bryoni, apesar de adorar a forma como ela pensa. Eu li o livro ate o final e mesmo assim nao consegui me apegar a nada. Eh um daqueles livros que quando voce termina a leitura voce pensa: O que foi que eu acabei de ler? Quero recomendar porque a cabeca de Bryoni eh fantastica, mas a estoria nao eh boa, infelizmente. 

*Nivel de Ingles: Dificil.

7 comments

  1. Como você disse no meio da resenha, Pouquíssimos livros YA São tão bem escritos... e entre os poucos bem escritos, tem um desses que te faz ficar perdido...

    Eu gosto muito de livros lineares,e quando não são, esquece... eu vou terminar de ler e não vou entender nada...

    ReplyDelete
  2. Livros confusos até são legais, quando no final toda a confusão se organiza e revela algo surpreendente, mas fora isso...

    ReplyDelete
  3. Oi Livs :)
    Não me lembro de ter ouvido falar desse livro, mas pela sua resenha não fiquei muito interessado, especialmente pelo fato de ele ser confuso demais. Aí nao da né?? :P
    Espero que semana que vem tenha Sunday Video =)
    Beijos

    ReplyDelete
  4. Por mais estranho que possa parecer, eu adoro livros que me deixam meio perdida (desde que depois eu consiga me situar, claro). E sinto falta nos YA justamente de uma escrita mais bem feita, mais tocante!
    Adorei sua resenha =D

    ReplyDelete
  5. Ixe, eu ja sou bem sonsinha.Com livros confusos então...
    Mas eu gostei tanto do rumo que a historia leva. Pelo que você escreveu, ja to louca pra ler.
    Adorei o mdelo da historia, mas essa coisa de pantano, me lembra coisas umidas e eu nao gosto muito de umidade Hahahaha. E eu amei a capa do livro.
    Eu queeeeero
    Amei a critica.
    Bjks

    ReplyDelete
  6. Nem pensar, não gosto de livros com personagens com necessidade de auto-punição, a leitura, além de amargurada, fica mto arrastada. Não sei, mas não é pra mim!

    ReplyDelete
  7. MEU ESTILO. To lá indo comprar e já volto.... hahahahahha

    ReplyDelete

Thank you for your comment! =)