The Red Queen's Daughter by Jacqueline Kolosov

Wednesday, January 4, 2012
Escrito na linguagem extremamente rebuscada da epoca, The Red Queen's Daughter foi baseado na historia dos The Tudors, voces sabem: King Henry the Eighth, Catherine of Aragon, Anna Boleyn, etc. Eu adoro essa parte da historia europeia de 1450 a 1590, mais ou menos. Esse livro eh um spin off da vida de Mary Seymour, a filha de Katherine Parr, a sexta e ultima esposa do King Henry, antes dele morrer. Como um spin off disso podia dar errado? Era o cenario perfeito! Eu tenho uma grave queda por livros medievais. Quando vi esse, comprei imediatamente. Rarissimas as vezes que um livro medieval me decepcionou. Esse foi uma dessas raras vezes.

Entao, vamos ao que interessa. A estoria comeca com Mary aos 10 anos de idade, quando sua guardia acaba de morrer. Sua guardia era uma grande amiga da familia, quando sua mae morreu, ela foi entregue a essa pessoa, ja que seu pai foi enforcado por traicao a coroa anos antes. Uma vez que a guardia de Mary morre, uma nova "madrinha" aparece, Lady Strange, pessoa que mudara a vida de Mary para sempre. 

Lady Strange eh uma bruxa, e revela a Mary que ela nasceu para um motivo especifico: obvio que eu nao vou contar, vai que voce decide ler o livro? Mas vou dizer que eh alguma coisa relacionada a Elizabeth I, a primeira mulher solteira a receber a coroa Inglesa. Logo que Mary chega na casa de Lady Strange, ela comeca um treinamento em sua mais nova descoberta. Ta vendo so? Tinha tudo para dar certo! Pois nao deu...

Vou explicar porque o livro nao funcionou pra mim. Primeiro: o treinamento de Mary com 10, 11, 12, 13, 14 e 15 anos (sim 5 longos anos), eh chato, cansativo, repetitivo, longo, chato, longo, chato... ja falei cansativo? Ok, sao quase 200 paginas do livro. Eu geralmente chamo isso de encher linguica. Segundo motivo que nao deu certo: uma vez que acaba o treinamento de Mary, ela se muda para a corte e eu fiquei pensando: agora sim, agora a coisa vai render! Doce ilusao... volta aquela coisa chata e monotona de novo, descricoes longas de dias inaproveitaveis, onde nada acontecia, mas foram descritos assim mesmo. O livro tem suas 400 paginas, e resumindo, eh coisa demais e a autora repetiu infinitas vezes tudo. 

O final eh tao tragico que me faltam palavras. Rola um romance sim, proibido, perigoso, muito interessante, que poderia ter sido explorado bem melhor do que o dia a dia monotono dela na corte. Entao mesmo eu amando tudo, foi impossivel gostar do livro. E foi uma super decpecao. Nao indico a leitura, nem pra voce que gosta de livros lentos, pois duvido que voce ira aturar a repeticao. 

*Nivel de Ingles: Dificil. 

10 comments

  1. Putz! Estava louca para ler essa sua resenha pois estou numa fase de livros históricos.
    Bem, já vou passar só pelo "lento e cansativo".

    Bjks
    Bia
    www.amormisterioesangue.com

    ReplyDelete
  2. Que horror!
    Que pena que a autora n conseguiu explorar a hst.
    bjs

    ReplyDelete
  3. Ai que pena Livia,
    e logo um estilo que vc ama =x
    mas né,ninguém merece livro LENTO demais =x

    bjs

    ReplyDelete
  4. Eu assim como vc, adoro um bom livro medieval...
    Eu até gosto de um livro lento... mas se vc diz que pode ser ruim até pra quem gosta de livro lento... deixa pra lá então né...

    Sim... Pior que livro lento, é livro repetitivo e lento!

    ReplyDelete
  5. É, Livia, dessa vez acho que o livro não agradaria nem mesmo a mim, que gosto de uma descrição bacana...
    Mas ficar repetitivo, aí não dá, né?!

    Beijos,

    Nanie
    Nanie's World

    ReplyDelete
  6. Bléh, livros lentos e cansativos ninguém merece. .-.

    Pena, achei que esse seria tudo de bom.

    ReplyDelete
  7. Esta capa é tão linda! *-*
    Gosto de descrições, mas nada chato ou cansativo e muito menos repetitivo.
    Estava interessada pela história, mas agora? Passo longe! :x

    Beijos,
    @umalimonada - http://samyaquino.blogspot.com

    ReplyDelete
  8. Poxa, nunca imaginaria! A capa linda, o estilo do livro mto legal, e no final não tão bom qto parece! :S

    ReplyDelete
  9. Eu acabei de comprar um livro que se passa nessa época: The Other Boleyn Girl da Philippa Gregory. Qdo chegar (pq a Fnac extraviou meus livros, aff...) e eu ler, te falo o que achei.

    ReplyDelete
  10. Que pena!!
    De lenta ja basta eu, a autora tbm? Não não.
    Apesar da capa ser linda, nao quero mais, se vc disse que nao recomenda, é pq nao é legal mesmo.
    =(
    Bjs

    ReplyDelete

Thank you for your comment! =)